capa do post

O que fazer em Frankfurt: dica de roteiro de 1 dia

Viagem | 3 | 13/12/2022

O que fazer em Frankfurt em um dia?

Essa foi uma pergunta que nos fizemos em 2022 e, na verdade, notei que poucas pessoas souberem nos ajudar com isso (e pelas pesquisas na internet, poucos blogs abordam a cidade com esse viés, de ser uma visita de um dia).

A dúvida surgiu porque nosso voo para a Islândia tinha conexão em Frankfurt, já que se tratava de um voo da Lufthansa, e nós teríamos um dia completo na cidade durante essa parada.

Para evitar perder o dia no aeroporto, decidimos sair e explorar a cidade - daí a pergunta “o que fazer em Frankfurt em 1 dia?”.

Antes de continuar, vou falar rapidamente sobre essa conexão (e como ela pode ser importante na hora de você montar seus voos).

O que fazer em Frankfurt durante sua conexão ou Stopover

A cidade de Frankfurt é hub da companhia Lufthansa, ou seja, a maioria dos voos da companhia saindo do Brasil irá passar pela cidade de Frankfurt, com paradas curtas ou muito longas.

Isso significa que há a possibilidade de conhecer a cidade de Frankfurt mesmo que ela não seja parte do seu roteiro original, gastando pouco ou quase nada a mais.

Isso se você aproveitar essa parada estratégica do voo (como nós fizemos)!

Claro que nem sempre é possível, mas se o seu voo tiver uma longa escala em Frankfurt e você não possuir dias disponíveis de férias para poder esticar sua estadia na cidade, a sugestão é que você tente sair do aeroporto para desbravar a cidade nas poucas horas que puder!

Dito isso, fica a sugestão - e se você está neste post, provavelmente terá uma passagem rápida pela cidade e quer saber o que fazer e como conhecer Frankfurt em um dia (ou até em algumas horas)!

Mas vamos lá: afinal, o que tem para fazer em Frankfurt?

Vou compartilhar aqui tudo que fizemos (ou tentamos fazer). Bora?

O que fazer em Frankfurt

A cidade de Frankfurt é super moderna e movimentada, mas essa parte mais antiga e com “cara de Alemanha” é a mais tradicional, com suas construções típicas de casinhas alemãs, praças e ruas gostosas para caminhar, muito comércio, bares, restaurantes e cafés.

Também é possível encontrar museus, igrejas, galerias e shoppings, além da bela vista e alguns passeios na região do rio Main, e o que torna tudo ainda melhor é que essa região é super acessível de transporte público!

Dá para chegar de trem / metrô, desde o aeroporto, em algo como entre 40 minutos e 1 hora, dependendo das baldeações e do tempo de espero do trem!

Römerberg

Essa é a parte mais antiga, o equivalente ao centro histórico de tantas cidades ao redor do mundo, e não tem como negar: além de bonita, é bem tradicional e com jeito daquilo que você imagina quando pensa na Alemanha.

As construções com arquitetura típica, a praça e os bares e restaurantes na região são os maiores atrativos! Estivemos na cidade em um domingo e o movimento era intenso (apesar do fato de que lojas e a maioria do comércio estivesse fechada).

Muita gente na rua comendo, bebendo e passeando!

Por ali fica o Römer (Town Hall, ou de forma mais simples, o edifício da prefeitura), a própria praça Römerberg, que é cheia de restaurantes e bares à sua volta e todas as ruazinhas em volta, que são bem agradáveis!

Lá você também encontra a Igreja de São Nicolau (Nikolaikirche), pertinho do Town Hall, e a Catedral de Frankfurt (Catedral de São Bartolomeu, ou Kaiserdom).

O que fazer em Frankfurt: dica de roteiro de 1 dia - 5

Praça de Römerberg, no coração histórico de Frankfurt | Foto: Pelo Mundo a Dois

Eiserner Steg - Ponte de Ferro

A famosa ponte de ferro sobre o Rio Main é um ponto turístico da cidade e bem movimentado! É uma ponte bem antiga e exclusiva para pedestres, o que faz a Eiserner Steg ser mais interessante ainda!

Vale a pena dar uma passada para aproveitar a vista e fazer umas fotos, até porque é pertinho de Römerberg (umas 2 quadras) e o bairro, como disse, é bem legal para conhecer andando!

Shopping My Zeil

Para quem gosta deste tipo de passeio, na região do centro e do lado de Römerberg tem um grande shopping chamado MyZeil, que tem uma estrutura de vidro toda diferente.

Ele fica em uma parte com um tipo de calçadão, onde só pedestres passam e é cheio de comércio na rua. A saída do metrô Hauptwache, que foi a estação que descemos vindo do aeroporto, e dali você pode caminhar por toda a região de Römerberg tranquilamente.


Main Tower

O prédio de mais de 200 metros de altura possui atração aberta ao público, que é o seu mirante!

Você tem uma bela vista da cidade e o prédio tem um deck que fica aberto para observação! É um prédio que fica ali perto de Römerberg - dá para vê-lo do da Ponte de Ferro - e a entrada é paga (€9,00 euros).

Para mais informações, confira o site deles aqui.

Estação de metrô Bockenheimer Warte

A estação de metrô que tem a entrada mais diferente que você já viu!

Ela fica mais afastada e recomendo visitar somente se tiver tempo e mais de um dia na cidade, mas é legal por ser bem diferente: a entrada da estação é um trem cravado na calçada!

Nós chegamos a ver isso antes da viagem, mas como teríamos apenas um dia em Frankfurt para tudo o que fazer por lá, escolhemos visitar a região de Römerberg e não ficar rodando muito pela cidade.

A estação faz parte do U-Bahn - linhas U6 e U7 (vale conferir!).

Estação de metrô Bockenheimer Warte, em Frankfurt | Foto: thisiscolossal.com

Jardim Botânico Palmengarten

Para quem gosta e tem tempo, o Jardim Botânico de Frankfurt parece ser bem bonito!

Ele fica próximo à estação de metrô “diferentona” Bockenheimer Warte, então, se for até lá conhecer a entrada da estação, vale a pena esticar e incluir o jardim no seu roteiro.

Aqui não tem muito o que falar; esse tipo de passeio é como um museu: tem quem ame e tem quem odeie. Se você estiver no primeiro grupo (ou longe do segundo), pode valer a visita.

Se quiser mais informações, confira no site do Jardim aqui.

Como se locomover em Frankfurt

A cidade tem muito transporte público, com várias linhas de trens e metrô. Se você quiser economizar e ganhar tempo, essa é a melhor opção.

Se você for fazer várias viagens de trem, uma opção para poupar os gastos é pegar o Frankfurt Card, uma versão do Bilhete Único alemão em que você pode usar de forma ilimitada no transporte.

Caso não tenha muito tempo e não vá usar tanto o transporte público, aí talvez faça mais sentido comprar a passagem unitária.

Nós fomos do metrô até Römerberg (descendo na estação Hauptwache) usando o metrô e foi super tranquilo!

Você tem a opção de adquirir esses cartões da Get Your Guide (com validade de 1 ou 2 dias) ou comprando nas maquininhas disponíveis no aeroporto de Frankfurt e nas estações de trem / metrô (que valem para o dia todo e custam em torno de €10,00 euros.

A compra não é muito simples porque nem tudo está traduzido para o inglês e, de verdade, o metrô de Frankfurt é super extenso e não é muito simples de usar. Mas você acostuma rápido e dá para usar numa boa!

O que fazer em Frankfurt: dica de roteiro de 1 dia - 14

Nathara na Ponte de Ferro | Foto: Pelo Mundo a Dois

Seguro Viagem

Lembrando que ter um seguro viagem é super importante! Nós sempre temos um e, exceto para lugares mais próximos do Brasil (como alguns países da América do Sul), quando usamos o seguro do cartão de crédito, nós sempre pesquisamos e fechamos nossos seguros usando a plataforma do Seguros Promo!

Lá você consegue pesquisar vários tipos de seguro viagem e escolher o que cabe no seu bolso e se adequa melhor à sua viagem!

E se você usar o link do blog para essa pesquisa e compra, você ganha desconto e não paga nada a mais por isso!!

Além de ajudar o blog a se manter, é claro!

Então, se quiser olhar seu seguro viagem, clique aqui e confira os melhores preços!

O que fazer em Frankfurt: um resumo

Nós aproveitamos mesmo toda a região de Römerberg: chegamos pela estação de metrô Hauptwache e caminhamos muito pelas ruas, comemos em 2 ou 3 lugares diferentes (na expectativa de provar mais da culinária alemã ali, direto da fonte), tomamos umas cervejas e fizemos muitas fotos.

Gostamos muito da experiência e recomendo muito que você faça o mesmo se tiver tempo na cidade.

Caso seja apenas algumas horas, Römerberg parece ser a coisa certa a se fazer! Não tem erro: você vai poder aproveitar e voltar a tempo.

Se tiver mais de um dia, esse post serve para isso: te inspirar e te ajudar a planejar o que fazer na cidade!

Mais uma sugestão: prove a salsicha alemã (um lanche no Hanz & Franz), prove uma cerveja de trigo local, experimente o Schnitzel (a carne de frango bem fininha acompanhada de batatas) e, para fechar, a sobremesa pode ser o clichê (e delicioso) Strudel de maçã!

Não vai se arrepender!

Texto: Vinícius Marchetti



Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail