capa do post

O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador

Viagem | 03/09/2023

Fala, galera! Apesar de não ser um destino muito visitado por brasileiros, mesmo que você vá para o Equador apenas para visitar as Ilhas Galápagos, a capital do Equador é uma provável parada para quem viaja ao país, já que, junto com Guayaquil, é a principal porta de entrada no país.

Nossa viagem ao país foi em abril de 2022 e estivemos na cidade por 3 dias, que é mais que suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da cidade de Quito e, para quem achar muito, 2 dias está ok.

Neste post vamos falar sobre o que fazer em Quito e arredores, quando visitar a cidade e onde se hospedar.

Como é a cidade de Quito

A capital equatoriana é uma cidade de grande extensão territorial, já que não tem tantas áreas assim com construções tão altas, e se extende por um longo território.

Assim como as grandes cidades ao redor do mundo, Quito tem partes bonitas e outras, nem tanto, mas ela carrega muito da cultura e do que o país tem de mais importante.

Quito está localizada a 2.800 metros de altitude e é cercada por montanhas e vulcões da região dos Andes, o que lhe confere um clima frio em boa parte do ano, mesmo na época de seca.

A cidade é famosa por seu centro histórico muito bem conservado, que é Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco além de várias igrejas históricas com suas cúpulas e torres incríveis, praças e suas ruazinhas onde apenas pedestres podem circular.

O centro de Quito lembra um pouco cidades como Cusco, no Peru, justamente por suas construções e pelas lojas ao redor, bem como as grandes praças.

Quando ir para Quito

A cidade de Quito tem um clima ameno e, durante o ano, costuma oscilar entre 5ºC e 25ºC.

Apesar de a época seca ser de junho a setembro, devido à região e altitude, sempre tem alguma quedinha de água. Se for fora da época seca, aí o tempo fica mesmo mais cinza e as chuvas ocorrem com mais frequência (foi o nosso caso: pegamos o tempo muito nublado e com pancadas de chuva).

O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 4
O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 5

Fotos na Basilica del Voto Nacional del Sagrado Corazón de Jesus | Pelo Mundo a Dois

Quanto tempo ficar em Quito

Como disse antes, de 2 a 3 dias em Quito já é suficiente para conhecer os atrativos da cidade com calma e, como nós, fazer ao menos um passeio bate-volta na região (nós fizemos o Vulcão Cotopaxi).

Se você optar por fazer os passeios que ficam na região da cidade, que costumam levar um dia inteiro, aí vale ficar mais dias na cidade.

Sugestão de quanto tempo ficar em Quito:

• 2 dias: principais pontos turísticos da cidade;
• 3 dias: acrescente um dia para visitar o Vulcão Cotopaxi;
• 4 dias: acrescente mais um dia para visitar a Laguna Quilotoa;

O que fazer em Quito

O centro histórico de Quito é bem bonito e conservado, e você precisa conhecer! Dá para caminhar por suas ruas, tomar um café em um dos muitos lugares e curtir a arquitetura preservada da região.


Os principais pontos para visitar nessa região são:

  • Plaza de la Independencia (ou Plaza Grande):
    Além de todo o entorno ser cheio de comércio e bem movimentado, por ali você já tem uma vista legal e muitos cafés e bares para explorar.
  • Catedral Metropolitana:
    Bem ali na Plaza Grande e com uma escadaria e construção imponente, você pode verificar se está aberta para visitação (interior da igreja e suas cúpulas).
  • Calle García Moreno e arredores:
    A rua garcía Moreno é bem movimentada e só passa pedestre, e você começar a explorar mais as ruazinhas da região andando por ela.
  • La Iglesia del Sagrario:
    Esta igreja é bem comedida no exterior, quase não chama a atenção, mas seu interior é bem interessante, e não paga nada para visitar.
  • Iglesia de la Compañia de Jesus:
    Seguindo pela rua García Moreno, você chega nesta igreja, na esquina de frente ao Museu Numismático. Essa igreja também é possível fazer uma visita guiada às cúpulas e interior, que é todo folheado a ouro (a entrada para este tour é paga).
  • Plaza San Francisco
    Na esquina da Iglesia de la Compañía de Jesus, pela Calle Sucre, você chega na Plaza San Francisco e na Iglesia San Francisco, que também possui um convento e museu.

O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 9
O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 10

Em uma das cúpulas da Iglesia de la Compañia de Jesus e a vista da Plaza San Francisco | Foto: Pelo Mundo a Dois

Na região tem um restaurante bem legal que visitamos, no fim do dia, que tem rooftop e oferece uma vista bonita da cidade: Vista Hermosa, que fica na Calle Mejía, quase na esquina com a Calle García Moreno.

Além dessas igrejas, um pouco mais a frente do centro histórico é possível visitar também o Convento de Santo Domingo.

Um pouco mais afastado dali, um ponto turístico conhecido é o Panecillo, mirante que oferece uma vista incrível da cidade. Como essa região é mais afastada, aconselha-se a tomar algum transporte até lá e visitar o local durante o dia, por segurança.

Por fim, uma das igrejas mais famosas da cidade e que fica a umas quadras antes de chegar no Centro Histórico (essa região é mais tranquila, bem movimentada e mais segura), é a Basílica del Voto Nacional, ou Basílica del Sagrado Corazón de Jesús.

Essa igreja é imensa, com torres altas e um espaço bem bonito e super bem cuidado. No seu entorno e até dentro dela tem algumas lojas e cafés.

A visita é paga (2 USD por pessoa) e, para subir nas suas torres e ter uma vista panorâmica de Quito, precisa pagar mais 2 USD adicionais.

Além do Centro Histórico da cidade, o que mais tem para fazer em Quito?

Um ponto famoso na cidade é o teleférico (escrito TelefériQo), que te leva a uma altitude de aproximadamente 4 mil metros e dá uma vista sensacional de toda a cidade!

No topo do TelefériQo tem café, lojinhas e uma boa estrutura para o turista! A entrada custou US$ 8 por pessoa e a gente achou que valeu a pena o passeio!

Outra coisa para fazer em Quito é visitar o parque Mitad del Mundo, um lugar imenso e com uma baita estrutura, contando com restaurantes, bares, cafés, lojinhas, museu… é bem legal! E dentro do parque fica o monumento (uma espécie de obelisco), que é o lugar mais conhecido do parque.

Esse monumento é conhecido porque a linha do equador passa lá no monumento (na verdade, ela passa a uns metros dali, mas para efeitos de conhecimento e do passeio, a linha pintada no chão que representa a linha do equador está ali no obelisco).

É possível subir nesse monumento e apreciar a vista do alto do parque, e nos andares deste monumento funciona um museu, explicando mais sobre o povo do Equador e os povos originários, sua cultura e natureza, além de mostrar também um pouco das Ilhas Galápagos!

A entrada no parque Mitad del Mundo custou 5 US$ por pessoa e, como ele é mais afastado do centro da cidade, pegamos um Uber até lá.

Outro lugar legal é o Mercado Artesanal La Mariscal, que fica no bairro de mesmo nome (La Mariscal) e também está próximo da Plaza Foch. Se quiser lembrancinhas e artesanato equatoriano, com certeza vai encontrar ali!

Esse bairro, Mariscal, é outra região legal da cidade para você conhecer além do centro, já que ali é onde tem mais vida noturna, com bares, baladas e restaurantes. O único ponto de atenção é para você ficar alerta para andar nas ruas de Quito (e nesse bairro também) durante a noite, já que essa foi a dica que recebemos de moradores da cidade e do próprio pessoal do nosso hotel.

O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 14

Na entrada do Parque Mitad del Mundo | Foto: Pelo Mundo a Dois

Seguro Viagem para o Equador

Assim como todas as viagens internacionais, recomendamos que você faça um seguro viagem, independentemente de ser obrigatório ou não (o Equador exige o seguro), pois os gastos e a dor de cabeça, no caso de um problema de saúde, não valem a pena.

Por isso, a gente sempre recomenda que você faça a cotação do seu Seguro Viagem com a Seguros Promo, onde você encontra várias empresas com tipos de seguros e coberturas diferentes, facilitando encontrar o melhor seguro para a sua viagem (e para o seu bolso)!

Lembrando que, usando o link do nosso site, você tem desconto e ainda ajuda o blog a se manter!

Conhecer o Vulcão Cotopaxi e a Laguna Quilotoa

O vulcão Cotopaxi é o segundo vulcão mais alto do Equador, ainda ativo, e fica no Parque Nacional Cotopaxi, a uns 60 km da cidade de Quito.

O passeio leva ao menos metade de um dia, pois tem a estrada saindo de Quito, a subida até um base camp (ou refúgio), que fica a 4.864 metros de altitude (o vulcão tem 5.897 metros), visita a alguns pontos dentro do Parque, como a Lagoa Limpiopungo.

Apesar de ter uma subida um pouco puxada, conhecer o Cotopaxi é algo que consideramos imperdível! O Cotopaxi tem o pico nevado, o Parque Nacional é bem bonito e você pode avistar animais como cavalos selvagens e raposas por lá!

Vale muito a pena ver o vulcão de perto e conhecer esse espetáculo da natureza!

Você pode encontrar passeios em grupo ou privados para o Vulcão Cotopaxi, que podem custar de US$ 38 a US$ 70, dependendo da empresa ou dia da semana.

Nós fizemos com a Quito Tour Bus e foi tudo excelente (confira o site deles aqui!).


Outra opção de pesquisa para fechar seus passeios e tours é pelo site da Get Your Guide, que também costumamos usar e, por isso, viramos parceiros deles com o blog!

Essa é mais uma forma de achar passeios com empresa confiáveis e com preços incríveis, além de ajudar o blog e sem pagar nada a mais por isso!

Espero que este post te ajude a tirar dúvidas sobre a cidade e o que fazer em Quito! Se ficou com alguma dúvida ou quiser complementar com algo, só deixar nos comentários!



Texto: Vinícius Marchetti

O que fazer em Quito: dicas da capital do Equador - 19

Na subida do vulcão Cotopaxi | Foto: Pelo Mundo a Dois

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail