capa do post

5 fatos inusitados sobre a Bolívia

Viagem | 1 | 30/09/2021

Fala, galera! É o Vinícius aqui!

Tem umas semaninhas que não apareço por aqui e isso é muito ruim! Confesso que não gosto de ficar sem subir novos posts e conteúdos aqui no site!

Mas, para compensar isso, resolvi falar sobre um destino inédito para mim (pelo menos aqui no blog), já que ainda não escrevi nada sobre o país: Bolívia!

Nós fomos para a Bolívia em 2018, em uma época que o blog ainda nem existia, e desde então eu tenho enrolado para escrever sobre este lugar que, de verdade, nos surpreendeu muito!

A única lembrança “ruim” que tenho da Bolívia é o pouco tempo que fiquei por lá - foram 5 dias bem corridos, mas que deixaram saudades.

Antes de sair falando sobre curiosidades, o que fazer e quanto custa viajar para a Bolívia, quis contar um pouco das experiências mais inusitadas e das coisas mais diferentes que vimos (ou ouvimos falar) durante essa viagem!

Preconceito com a Bolívia: como brasileiros veem o país

A primeira coisa que eu queria contar é como as pessoas reagem quando digo que visitei a Bolívia - mistura de horror e perplexidade.

Imagina essa reação na época da viagem, quando eu estava prestes a ir para o país! Tirando os amigos que viajam e curtem conhecer lugares novos (e diferentes), a real é que as pessoas estranhavam minha escolha de destino.

Eu diria que isso acontece por uma mistura de três fatores: falta de conhecimento do país (ou o mais comum hoje em dia, a pessoa ACHA que sabe muito e, na verdade, não sabe nada além de informações distorcidas vistas no Facebook ou recebida através de grupos de WhatsApp), aversão a qualquer coisa que lembre socialismo (ou à um país que teve como aliado o governo do ex-presidente Lula) e, por último, preconceitos sem qualquer fundamento.

Costumo dizer que ter qualquer tipo de ideia preconcebida sobre um destino de viagem é o mesmo que todos os gringos acreditarem que é melhor não vir para o Brasil porque aqui só tem assalto e “passação” de perna em turista.

Mas o negócio é que todo esse receio aí sobre a Bolívia é a maior besteira do mundo porque, assim como muitos lugares da América Latina, o país tem uma cultura muito rica, costumes interessantes e muita coisa linda para se ver.

Na Bolívia não tem McDonald’s

Ah, pois é, esse fato eu descobri só chegando em La Paz e confesso que achei muito bizarro (e interessante)!

Depois de andarmos bastante por La Paz, a Nathara e eu começamos a sentir fome e estávamos com pressa (nossa estadia na Bolívia teve que ser encurtada por conta de alguns imprevistos, mas isso fica para outra hora), então fomos à uma área de pequenos comércios para pedir informações.

Entramos em uma loja que, se bem me lembro, era de produtos eletrônicos, e perguntamos onde havia um McDonald’s ali na região, para comermos e voltarmos ao aeroporto, pois nosso voo era aquela noite.

Ele deu uma pequena risada e só disse: “No hay McDonald’s en Bolivia!”. Tá bom, então!


O que sabemos é que a rede de lanches teve suas operações encerradas no país porque não caiu no gosto dos bolivianos, simples assim!


Não foi porque Evo Morales enxotou a empresa de lá e nem porque as “forças do Império Capitalista” não entram no país, e sim pelo fato de que os bolivianos preferiram dar prioridade às suas comidas e tradições, o que inviabilizou as operações do McDonald’s na Bolívia!

5 fatos inusitados sobre a Bolívia - 4

Foto no Teleférico de La Paz

O maior deserto de sal do mundo

Vai ver você já ouviu falar no Salar do Uyuni, o maior deserto de sal do mundo. Ou vai ver você só ouviu falar de Uyuni, na Bolívia, mas nunca soube o que era.

O Salar do Uyuni é mesmo um deserto de sal, e é super fácil encontrar fotos e vídeos desse lugar no Instagram. E ele é mesmo o maior deserto de sal do mundo.


Ok, mas até aí, para mim, deserto de sal só existia esse. Fácil ser o maior se é o único, né?

Mas o negócio é que existem pelo menos 8 grandes desertos de sal ao redor do mundo - e o do Uyuni é realmente gigante!


Existem grandes desertos de sal na Argentina, Chile, Bolívia, Estados Unidos, Botsuana e até no Irã! O deserto boliviano tem em torno de 12 mil km², quase o dobro do tamanho do segundo maior, localizado na Argentina (segundo minhas pesquisas dos tamanhos dos desertos que, confesso, não foram tão extensas assim).


Mas o que eu acho mais interessante nessa formação dos desertos aqui na América do Sul, em especial na Bolívia e Chile, é que eles se originaram da grandes lagos de água salgada que existiram há milhares (ou seriam milhões?) de anos, que depois de secarem por completo, deixaram apenas os resíduos, na sua maioria, sal.


Quando a cordilheira da América do Sul surgiu, ela acabou dividindo as águas do Oceano Pacífico, isolando parte dela no continente e impossibilitando que ela escoasse. Essas águas formaram os lagos e, posteriormente, deram origem aos desertos de sal dessa região.

Eu acho tudo isso louco e incrível demais!

Metrô de La Paz é o mais doido do mundo

Eu não conheço quase nada desse mundo imenso e lindo em que vivemos, mas posso dizer com certeza que o metrô de La Paz me deixou encantado e encabulado.

Se você nunca viu uma foto da capital da Bolívia, digita aí no Google “La Paz” e dá uma olhada! A cidade toda foi construída sobre morros e vales, o que meio que complicou a locomoção na cidade, deixando o trânsito caótico e isolando muitas pessoas em algumas partes da região metropolitana.

Então, a solução dos caras foi construir várias linhas de teleféricos, que funcionam como metrô e que interligam várias áreas da cidade! É o maior sistema de teleféricos do mundo, com algo em torno de 10 linhas diferentes e mais de 30km de extensão, tudo interligado igual ao nosso metrô!

Andamos no Teleférico em La Paz e foi uma experiência muito legal!

Mercado de Bruxas

Um complexo de ruas a céu aberto cheio de lojas que vendem todo tipo de coisa - desde roupas, tapetes a tapeçarias, bugigangas e souvenires para viajantes, até ervas, itens para curandeirismo e fetos de lhama… pera aí, feto de lhama?

Sim, você leu direito, visitante!

Esse complexo de ruas no centro de La Paz (Calle de las Brujas) é também conhecido como Mercado de Las Brujas, muito por conta do que é possível encontrar lá.

Imagina um mercado todo colorido e abarrotado de itens, com coisas “normais e estranhas”, com mulheres com roupas típicas dos povos andinos em um ambiente que chega a ser excêntrico, onde turistas de todo o mundo se misturam aos moradores da cidade que realmente estão ali para fazer umas compras - isso é o Mercado das Bruxas em La Paz!

Mas que raio que é esse mercado? É onde vendem coisas de magia negra? Existem bruxas na Bolívia?

A realidade é muito mais simples do que isso, mas não deixa de ser excêntrica: o mercado é um local onde se vendem muitos itens ligados às religiões dos povos andinos, mas não apenas essas lojas. Como disse, tem bastante coisa lá voltada para turistas.

O legal do mercado é poder ver os itens comercializados pelos bolivianos, que em sua maioria são esses produtos esotéricos e voltados à adoração da Pachamama, deusa reverenciada por estes povos. Por isso, é bem comum você encontrar coisas estranhas à venda, como ervas, potes e utensílios para rituais, e os famosos fetos de lhama!

Os fetos costumam ficar pendurados nas lojas! É meio surreal, na verdade.


Tivemos pouco tempo para conhecer La Paz e para explorar o mercado, então minhas informações e explicações aqui são limitadas; mas fica a sugestão para sua visita! Foi bem legal e eu voltaria lá com certeza!


Ah, só um lembrete: antes de filmar e tirar fotos, peça permissão, pois muitos ali não gostam dessa prática (aliás, pedir permissão para fotos e saber os costumes do lugar vale para qualquer viagem, algo que eu comento em um dos capítulos do meu livro Viagem Hackeada! Confira aqui!).

5 fatos inusitados sobre a Bolívia - 9

Foto no Mercado de las Brujas, La Paz, Bolívia

5 fatos inusitados sobre a Bolívia - 11

Aproveitando, mensalmente eu envio uma Newsletter com os melhores textos e posts que encontrei, dicas práticas e sugestões de livros ou aplicativos, e eu gostaria de dividir com você!

Se tiver interesse, é só se inscrever com seu e-mail!

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail