capa do post

Como escolher sua hospedagem: dicas essenciais para o melhor hotel

Viagem | 2 | 29/12/2022

Fala, galera!

Hoje vamos falar sobre como nós, do Pelo Mundo a Dois, escolhemos nossas hospedagens nas viagens, e já fique sabendo que as dicas valem para sua viagem também, não importa o destino!

A ideia é não te falar o que você deve ou não deve fazer; não é para ditar regras nem algo obrigatório, mas te contar o que fazemos para tentar escolher um bom hotel / hostel, analisando bem as opções evitando dor de cabeça na viagem, ok?

Caso você tenha outras táticas ou modos de pesquisar e escolher sua hospedagem, você pode muito bem juntar com as dicas deste post e melhorar ainda mais o seu método!

Então, vamos lá: o que fazemos para escolher nossa hospedagem?

Nós costumamos usar os seguintes critérios:

  • Avaliação do lugar;
  • Preço;
  • Localização;
  • Se houve indicação ou não.

Como escolher sua hospedagem: aplicativos que usamos

Antes de falar de como fazemos a busca de hospedagem, vou falar dos sites e aplicativos que usamos.

Normalmente, buscamos nossas hospedagens no Hoteis.com e, de forma complementar, no Booking. Mas sempre damos preferência ao Hoteis.com.

Isso tem dois motivos principais: primeiro, Hoteis.com tem melhor atenção ao consumidor (na nossa experiência), como atendimento em português e melhor resolução de problemas. Segundo, porque o Hoteis.com tem um programa de recompensas (Rewards) que achamos bem bacana!

E o que é o Rewards? É um programa que, a cada 10 estadias feitas pelo Hoteis.com, você ganha uma estadia de valor igual à média das suas últimas hospedagens. E além disso, você passa a ter acesso à preços melhores dentro do app/site, encontrando hotéis mais baratos do que pessoas que não possuem cadastro na plataforma e não usam com frequência.

O Booking também tem um programa de recompensas semelhante, mas preferimos o Hoteis.com por causa do atendimento e da resolução de problemas - de novo: essa preferência é só por causa das experiências que já tivemos.

Por último, vale mencionar que também usamos outras plataformas de hospedagem, como o Airbnb, Hostelworld e All Accor.

No caso do Airbnb, costumamos usar mais para viagens nacionais e quando queremos alugar uma casa ou apartamento, por exemplo. Quando estamos viajando enquanto trabalhamos, a melhor opção é ter um lugar com boa estrutura, internet decente e que a seja mais parecido com nossa casa, e não tem plataforma melhor que o Airbnb para encontrar lugares assim.

O Hostelworld é legal para encontrar algumas opções diferentes de hostels pelo mundo (já usamos a plataforma para encontrar um hostel bacana em Miami, por exemplo).

Por último, sempre que vamos pegar alguma hospedagem em troca de pontos/milhas, usamos a All. Neste caso, costumamos converter pontos Livelo ou milhas Latam, por exemplo, em pontos All, e trocá-los por estadias em viagens.

Como escolher sua hospedagem: avaliações

Algo que sempre precisamos olhar com atenção são as avaliações.

A primeira coisa que nos atentamos é se as avaliações são recentes - boas ou ruins, avaliações muito antigas são difíceis de considerar; como vamos saber se aquela nota ainda é válida, né?

Outra coisa que costumamos olhar é a qualidade da avaliação. Tem muita gente que avalia mal o lugar por coisas bem simples, como “rua barulhenta”, “café da manhã muito simples”, “recepcionista fria” e itens parecidos.

Gente, rua barulhenta não tá no poder do hotel mudar; café da manhã simples é melhor que café da manhã nenhum (a não ser que o valor pago por esse benefício seja muito alto)… são coisas muito ridículas para se avaliar mal um lugar. Se o hotel é sujo, instalações estão com problema, se tem baratas, se a comida estava estragada, se faltou algo básico no hotel, aí sim vale avaliar mal.

Então, o que fazemos é dar uma olhada geral para saber se a qualidade da avaliação (principalmente quando for uma avaliação ruim) é boa, se faz sentido.

Um item que a gente gosta de compartilhar é: caso você esteja buscando um hotel no Booking e ele não possua muitas avaliações, o que fazer? Descartar o hotel, arriscar mesmo assim?

Não! Antes de desistir dessa hospedagem, procure o mesmo hotel em outro site, como o Hoteis.com. Normalmente, é o que fazemos e isso já nos ajudou bastante!

Assim você não deixa de considerar um hotel que tenha gostado só pelo fato de ele não possuir muitas avaliações no site que você está usando para as pesquisas - ah, e o oposto também vale: caso esteja pesquisando no Hoteis.com. e o hotel não tenha avaliações suficientes por lá, tente encontrá-lo no Booking!

Como escolher sua hospedagem: preço

Acredito que todos os viajantes considerem o preço das hospedagens, mas vale refletir: hospedagens muito baratas e distantes de tudo valem mesmo a pena?

Ou será que pagar caro em um hotel, sendo que você vai passar o dia todo fora e só vai usar o quarto para tomar banho e dormir, faz sentido?

O ideal é traçar um custo médio por diária para suas viagens, e aí procurar opções que se encaixem nesse valor. Assim fica mais fácil considerar uma hospedagem para a sua viagem.

E claro: sempre fique atento à ofertas muito abaixo do valor “normal” para seu destino, pois você pode se meter em uma fria.

Como escolher sua hospedagem: localização

Já comentamos acima (quando falamos do preço), mas vale um tópico específico para a questão da localização.

O primeiro motivo para isso é que você precisa considerar suas opções de locomoção, passeios que fará e como será a logística da viagem antes de definir onde vai se hospedar, porque você pode acabar ficando muito afastado dos lugares e isso vai te fazer gastar tempo.

O segundo motivo é que, além de gastar tempo, fica afastado dos pontos de interesse vai te fazer gastar mais dinheiro de locomoção, seja de táxi, Uber ou transporte público.

O terceiro motivo tem mais a ver com a comodidade de se aproveitar o entorno do hotel quando encerrar o dia. Se você for como nós do Pelo Mundo a Dois, deve gostar de sair tomar um drink, fazer uma caminhada ou comer algo perto do hotel no fim do dia.

Ou então, aproveitar os mercados e cafés da região para fazer alguma comprinha, se abastecer com lanches para o dia seguinte ou algo do tipo, e ter essas opções perto da sua hospedagem é uma facilidade e comodidade que você deveria considerar.

Como escolher sua hospedagem: indicação

Hospedagem com indicação é aquela que algum amigo ou conhecido recomendou e, falando sério, é sempre uma boa aposta esse tipo de hospedagem! Ainda mais se quem indicou teve uma experiência recente com o lugar!

Claro, estou me referindo aqui àquela recomendação de uma pessoa que você conhece ou confia! E pode parar para pensar: sempre que alguém nessa posição te indica algo, você vai com mais confiança, não vai?

Por isso, quando temos alguma indicação, a tendência é aceitarmos a dica!

Internet na viagem internacional: mantenha-se conectado

Viajar para o exterior sem internet pode atrapalhar sua viagem e te colocar em apuros, sem contar que você fica dependendo do wi-fi grátis que encontrar pelos lugares para dar um oi para família e amigos, ou mesmo para postar suas fotos nas redes sociais!

Por isso, nós sempre viajamos com um chip internacional, para usarmos o Insta, pesquisarmos a respeito da viagem, chamarmos Uber e muito mais!

E o chip internacional que mais temos usado é o eSim da Airalo, um chip de celular virtual que você instala sem precisar retirar seu chip do Brasil!

Ele é muito mais barato que a maioria das versões do mercado, é aceito em várias partes do mundo e funciona muito bem! Já usamos na Argentina, Uruguai, Equador, Alemanha, Estados Unidos e até na Islândia!

Nós recomendamos você testar! Se quiser usar na sua próxima viagem, baixe o app e use o nosso link + cupom de desconto PELOMUNDOADOIS10 para comprar seu primeiro chip com desconto!

Ah, se precisar de ajuda e quiser saber mais sobre como funciona o eSim da Airalo, é só ver o post completinho que fizemos clicando aqui!

Bom, as dicas são essas e acredito ser o essencial para você poder escolher seu hotel da melhor forma! Mas é claro que, mesmo com tudo isso, ainda é possível ter problemas com o hotel - nestes casos, você deve ir atrás dos seus direitos de consumidor!


Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários ou fala com a gente lá no Instagram! 




Texto: Vinícius Marchetti

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail