capa do post

O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro

Viagem | 26/05/2023

Fala, galera!

Maldivas? Seychelles? Zanzibar? Se você quer ver um mar incrível, praias lindas e muito sol sem gastar uma fortuna, Curaçao é uma opção mais próxima e que vai te fazer esquecer esses outros destinos!

Mas, mesmo sendo mais barato que esses destinos famosos que mencionei, Curaçao não é um destino tão em conta, e você precisa saber o que fazer na ilha para gastar de forma inteligente!

Por isso, no post vamos ver o que fazer em Curaçao e o que você pode considerar na hora de planejar seu roteiro pelo país!


Então vamos lá: o que fazer em Curaçao?

Nesse post vou contar como foi o nosso roteiro dia a dia, assim fica mais fácil entender porque fizemos o que fizemos.

Nós dividimos as praias por proximidade, para tentar visitar os lugares mais próximos num mesmo dia, a fim de ganhar tempo economizar.

Antes de começar o roteiro, uma coisa importante de dizer é que em Curaçao as distâncias são grandes! As praias mais bonitas e famosas ficam bem longe da capital Willemstad (mais ao norte, as distâncias são 40 km ou 50 km, quase 1 hora de deslocamento).

Isso significa que se hospedar em Punda, na capital, pode te fazer gastar mais em combustível e perder mais tempo.

O que fazer em Curaçao

Curaçao tem como forte as praias, ou seja, você provavelmente vai para o país justamente pelo mar em vários tons de turquesa e para relaxar nas praias, por isso, a maior parte do roteiro e do que fazer tem a ver com isso.

Vou dividir as ilha em basicamente 3 partes, só para facilitar: a parte mais ao norte, onde estão as principais praias, a cidade, na região mais central, e as praias mais ao sul (que não deixam de ser perto de Willemstad.

O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro - 3

Nathara na Playa Jeremi | Foto: Pelo Mundo a Dois

No norte, as principais praias são Playa Piskado, Kalki, Forti, Kenepa Grandi, Kenepa Chiki, Cas Abao, Porto Mari, Jeremi, Lagun, Kokomo Beach e Santa Cruz.

A cidade e capital de Curaçao, Willemstad, está dividida em duas partes: Punda e Otrobanda. E por lá você pode conhecer mais de uma cidade no estilo “centrinho”, com muitas lojas, restaurantes, bares, praças e muita arquitetura com influência holandesa!

As casinhas coloridas, ruas só para pedestres e aquele charme que você vê nas fotos pela internet? Bem, é ali em Punda que fica a maior parte disso tudo!

Por último, mais ao sul da capital, ficam as praias e beach clubs mais famosos: Mambo Beach, Jan Thiel Beach e Tugboat Bech.

Além das praias na ilha principal de Curaçao, um passeio imperdível e que a maioria faz é para Klein Curaçao, a outra ilha do país e que é inabitada. O lugar é incrível e vale muito a visita! Fizemos nosso passeio com a Val, do @dicasdecuracao.

Nós super recomendamos (se fechar com ela, fala que foi indicação do Pelo Mundo a Dois!).

De forma geral, por causa da distância e dos custos, achamos melhor que você divida sua estadia na ilha, ficando parte dos dias perto das praias, e o restante da sua estadia mais próximo à cidade. Mas claro, isso é uma sugestão!

Ah, algo importante para sua viagem a Curaçao é você tentar levar uma bolsa térmica do Brasil (ou conferir se sua hospedagem tem uma para oferecer), pois assim você consegue fazer suas compras no mercado e levar seus comes e bebes para a praia - para se ter uma ideia, uma cerveja long neck na praia custa pelo menos US$ 4, e um lanche simples chega a custar US$ 15.

Outro ponto importante é que as praias em Curaçao costumam ter pedras onde as ondas quebram, mas depois fica tranquilo para pisar e andar sem machucar os pés (exceção da Piskado, que tem bastante pedrinha e concha).

Então, se você tem pés sensíveis e quer evitar algum machucadinho, leve aquelas sapatilhas para usar na praia e na água!

Muitas pessoas usavam em todas as praias (nós acabamos usando apenas em Piskado, mesmo).

Em Curaçao também tem algumas antigas salinas onde você pode avistar flamingos! A Salina Jan Kok é a mais conhecida e fácil de chegar, mas para isso, vá bebem cedo (antes das 08h, de preferência, para ter chance de vê-los)!.

Como são as praias em Curaçao?

Vamos passar pelas praias mais famosas, as da região norte primeiro.

As principais praias são Playa Piskado, Kalki, Forti, Kenepa Grandi, Kenepa Chiki, Cas Abao, Porto Mari, Jeremi, Lagun, Kokomo Beach e Santa Cruz, mas cada uma delas tem sua particularidade e vou compartilhar aqui quais são, além de dar uma percepção da nossa viagem para te ajudar.

As praias Cas Abao e Porto Mari cobram a entrada (em torno de US$ 3 por pessoa, que pode variar em feriados). As demais praias que listei aqui são grátis.

Em todas as praias você pode levar seu cooler / bolsa térmica, exceto nas praias com beach clubs (Kokomo e Mambo Beach, por exemplo).

Em todas elas tinha alguém oferecer do cadeiras e guarda-sol para alugar, mas se você chegar cedo e tiver quiosque livre na praia, pode pegar sem medo (só as cadeiras são cobradas).

Além das praias pagas, a Playa Kalki, Piskado, Lagun, Kokomo e Mambo possuem alguma estrutura, como bar, restaurante, banheiro ou algo nesse sentido. As demais, não tem nada. Por isso, leve pelo menos sua água!

Dica importante: para ver as tartarugas na Playa Piskado, e evitar muito turista, chegue cedo! Antes das 09h é melhor!

Para quem procura beach clubs famosos e badalados, a praia de Jan Thiel é a melhor: o Zest, Zanzibar e Papagayo Beach Club estão todos por lá!

O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro - 8
O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro - 9
O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro - 10

Placas das praias Porto Mari e Cas Abao e os valores de entrada | Foto: Pelo Mundo a Dois

O que fazer em Curaçao: dicas do nosso roteiro - 12

Nathara na Playa Porto Mari | Foto: Pelo Mundo a Dois

Quais praias visitar em Curaçao: nosso roteiro na ilha

Nosso roteiro pela ilha ficou dividido em 6 dias: 4 dias explorando e conhecendo as praias, 1 dia para o passeio de Klein Curaçao e 1 dia para ficar mais relax em apenas um praia o dia todo (na que mais gostamos).

Separamos as praias por proximidade do nosso hotel e o roteiro ficou assim:


Dia 1: Playas Kenepa Chiki, Kenepa Grandi, Lagun e Jeremi;

Dia 2: Playas Piskado (das tartarugas), Kalki e por do sol no bar Chill & Grill, em Mambo Beach;

Dia 3: Salina Jan Kok (flamingos), Playas Porto Mari e Cas Abao, além de irmos à Punda e Otrobanda de noite;

Dia 4: Passeio de Klein Curaçao (passeio leva o dia todo);

Dia 5: Playa Kalki (a que mais gostamos e não precisava pagar para entrar);

Dia 6: Punda, Playas Jan Thiel e Tugboat.

O que fazer em Curaçao além das praias

As praias são o ponto forte da ilha e a maior parte das atrações vai estar ligada a isso, ou seja, você pode fazer mergulho, snorkel, aquafari (uma espécie de mergulho com um capacete), caminhada marítima (também com um capacete, que te permite ir ao fundo do mar e caminhar) e seabob (uma espécie de jetski subaquático, que te ajuda a mergulhar e nada mais rápido).

Também é possível fazer passeios de quadriciclo por regiões mais desérticas e cavernas, passeios de barco para o pôr do sol e passeios com scooter elétrica por Punda e Otrobanda.

Quem quiser mais detalhes de passeios e o que fazer na ilha, a gente super recomenda que fale com a Val, do @dicasdecuracao.

Se quiser saber algo mais ou ficar com dúvida, deixa aqui nos comentários!



Texto: Vinicius Marchetti

Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail